Como ser Feliz, nesta vida!

Nos tempos da minha infância, quando chegava o Ano Novo, a saudação dos adultos era “Feliz Ano Novo! Novo ano... Nova vida!” E eu ficava esperando, ansiosamente, uma grande mudança, que não acontecia. Parecia que tudo permanecia como “era dantes no reino de Abrantes”! Com a maturidade, passei a sentir uma estranha sensação de aceleração do tempo e tudo passou a acontecer, a mudar rápido demais. À medida que o tempo passa, essa sensação aumenta e vem acompanhada de outra sensação de que as mudanças são para o pior, apesar de desejarmos, sempre, que sejam para o melhor!

Que estamos vivendo um período muito difícil é fato e, tudo indica que vai piorar! Tem-se a impressão de que a humanidade deste planeta se encontra numa descida vertiginosa ladeira abaixo. E a pergunta que não quer calar é: Como viver em paz, em harmonia, como ser feliz neste mundo tão conturbado?

Sobre o objetivo da vida humana neste planeta, os ensinamentos dos mestres convergem para uma só verdade: “Alcançar a pura e verdadeira felicidade!” Mas, como ser feliz, vivendo em um mundo de sofrimentos?

Existe um detalhe, sem o qual não se consegue viver em paz, em harmonia, ou seja, com felicidade. Esse detalhe é a raiz do sofrimento. Raiz é aquilo que alimenta e faz crescer.  Sofrimento é o estado de espírito que o ser humano vivencia, quando não está harmonizado e em paz – um estado onde não existe felicidade incondicional.

Na verdade, existe apenas um sofrimento. Ele pode se vestir de várias roupagens, mas ele é um só e se chama contrariedade. Diz a sabedoria que a contrariedade é a raiz de todo sofrimento, seja ele em forma de dor física, moral ou angústia e medo. Quando você sofre, você entra em um estado de contrariedade, que vai acabar com a sua harmonia, com a sua paz, com a sua felicidade. Portanto, não existe outra forma de sofrer, a não ser o fato de estar vivenciando uma contrariedade. Por isso, a contrariedade é a raiz do sofrimento.

Como libertar-se da contrariedade?

A contrariedade surge quando algo, que está na sua mente, é contrário ao que está acontecendo na vida. Tem muita gente que gostaria que as pessoas fossem diferentes, que o mundo fosse melhor; mas eles não são e isso gera contrariedade. O fato do que está na sua mente ser contrário ao que ocorre na sua vida, é que leva ao sofrimento. Então, aquele que quer ser feliz, só tem um caminho: libertar-se da contrariedade.

É possível ter uma casa própria, se meu salário não é suficiente? Pode-se permanecer ao lado da pessoa amada, se ela não quer? Pode-se ter aumento de salário, se o mundo está em crise? Posso impedir que alguém descuidado bata no meu carro? Será possível fazer as pessoas pensarem o que eu penso ou acharem o que eu acho? Enfim, dá para mudar o mundo? Não. Não dá para mudar o mundo! A regra é que não dá para mudar os acontecimentos da vida. Portanto, as suas contrariedades não podem ser mudadas, externamente, na sua vida.

Se a contrariedade não pode ser mudada e origina-se no choque da sua mente com a sua vida, o único lugar que você pode agir para não se contrariar é dentro de você. É o que a sua mente cria que deve ser combatido, para que a contrariedade não aconteça e você perca a paz, a harmonia, a felicidade. Portanto, já que não dá para alterar os acontecimentos da vida, a única coisa que você pode fazer, para ser feliz, é libertar-se do que está na sua mente, que lhe faz ficar em contrariedade com o mundo como ele está.

Então, ficar atento ao que lhe faz sofrer é muito importante, até para que você não acuse os outros de lhe fazer sofrer. Se há alguém culpado pelo seu sofrimento, são as suas ideias que estão contrárias ao que está acontecendo no mundo ao seu redor.  Para mudar as suas ideias, basta aceitar o mundo como ele está, em cada momento. Entretanto, cuidado para não usar o fato de que nada pode ser mudado como uma barreira para não fazer nada! Aceitar é conviver com a carência, com a situação, sem sofrimento, porque o mundo não vai mudar mesmo: “Eu queria ter um carro, mas não tenho.” Ponto final. Já a resignação é aceitar a carência, lamentando a falta: “Eu queria ter um carro, mas que droga, não posso comprar um!”

Quando você está em paz e em harmonia consigo mesmo, você está feliz com a vida e com as pessoas, você está com Deus!

Então, que o Ano de 2017 seja o início de um Novo Tempo para um Novo Ser Humano: Você cumprindo sua única missão, nesta vida: Ser Feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *